Carlos Valente avança com providência cautelar contra a Festa do Avante

O empresário e dirigente desportivo Carlos Valente entregou, no Tribunal do Seixal, uma providência cautelar com vista a travar a realização da Festa do Avante, marcada para os dias...

304
304

O empresário e dirigente desportivo Carlos Valente entregou, no Tribunal do Seixal, uma providência cautelar com vista a travar a realização da Festa do Avante, marcada para os dias 4, 5, e 6 de Setembro, na Quinta da Atalaia.

De acordo com a notícia avançada pelo jornal digital Observador, Carlos Valente, responsável pela Pioneer em Portugal, “não faz referencias políticas”, baseando-se apenas na “manutenção de uma atividade económica que está vedada a outros”.

De referir que dada a urgência da ação, o juiz terá eu ouvir a organização da Festa do Avante e decidir e aceita ou não a providência cautelar.

Ainda de acordo com o Observador, Carlos Valente indicou como testemunhas a Ordem dos Médicos  e José Poças, chefe de Infeciologia do Hospital de S. Bernardo.

 Contactado pelo Jornal do Pinhal Novo, Carlos Valente remeteu qualquer esclarecimento para o seu representante legal, Pedro Trovão do Rosário.

In this article