“Nossos objetivos passam por comunicar melhor, de forma a que todos saibam o trabalho e propostas que desenvolvemos”

Linda Oliveira é candidata à liderança da concelhia do CDS-PP de Palmela. Em entrevista ao JPN, a candidata recorda que a atual presidente esgotou o limite de...

326
326

Linda Oliveira é candidata à liderança da concelhia do CDS-PP de Palmela. Em entrevista ao JPN, a candidata recorda que a atual presidente esgotou o limite de mandatos e por isso há que ” modernização na nossa forma de actuação, de contacto com a população e com o tecido empresarial e de associativismo”.

– O que a leva a apresentar uma candidatura à concelhia do CDS-PP?

Há já à mais de ano que pondero apresentar uma candidatura a Presidente da Concelhia do CDS-PP de Palmela. Inevitalvelmente teríamos de mudar de Presidente porque estatutariamente a actual Presidente esgotou o limite de mandatos, neste sentido considerei que pela experiência politica que tenho no CDS e pelos projectos que idealizo poderia ser uma mais valia para a concelhia e para Palmela. Passei as ideias para o papel que em forma de Plano Estratégico apresentei a alguns militantes que concordaram comigo e assim apresentamo-nos como lista, como equipa.

A nossa candidatura tem como slogan “Pensar o Concelho, desenvolver as Freguesias” e o que pretendemos é uma modernização na nossa forma de actuação, de contacto com a população e com o tecido empresarial e de associativismo, queremos apostar nas novas tecnologias, fazer mais acções de rua de forma a estarmos ao lado dos munícipes, conhecer a realidade das IPSS, reunir com as associações de moradores e com as entidades publicas que importem aos casos que queremos acompanhar como por exemplo na área da saúde queremos reunir com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo. Considero que estas iniciativas e a vontade que tenho de as desenvolver são o motivo ideal para apresentar a minha candidatura.

–  Com vê atualmente a representação do CDS  no concelho de Palmela?

Penso que nos últimos dois anos a comissão politica concelhia esteve mais concentrada (internamente) em gerir os vários processos eleitorais que surgiram (autárquicas, europeias e legislativas) e podia ter-se empenhado mais em criar uma ligação com os palmelenses. Por esse motivo e por não concordar com a forma com que o mandato estava a ser conduzido decidi apresentar a minha demissão do cargo de vice-presidente que ocupava na estrutura em Novembro de 2019.

“Tentei trazer a união da juventude com a sua iniciativa e energia e dos mais velhos com a sua experiência e maturidade”

–  O fato de ser jovem poderá ser um impedimento para vencer o acto eleitoral de dia 29 de Fevereiro?

Eu tenho 30 anos, mas dez anos de experiência politica, filiei-me na Juventude Popular em 2009 e no CDS-PP em 2012, desde ai ocupei vários cargos dentro do partido, sendo eles: Secretária geral da Comissão Política Distrital de Setúbal da Juventude Popular (20092011 e de 2011-2012 e de 2012-2013 e 2013-2014); Vice-Presidente da Comissão Política Distrital de Setúbal da Juventude Popular (2014-2016); Presidente da Mesa do Congresso Distrital de Setúbal da Juventude Popular (2016-2017); Presidente da Mesa do Conselho Distrital de Setúbal da Juventude Popular (2017- até ao momento); Conselheira Nacional da Juventude Popular (2009-2017); Secretária da Comissão Política Concelhia de Palmela da Juventude Popular (2009-2010 e de 2010-2011); Vice-presidente da Comissão Politica Concelhia de Palmela da Juventude Popular (2011-2012); Presidente da Comissão Politica Concelhia de Palmela da Juventude Popular (2012-2013 e de 2013-2014); Presidente da Mesa do Plenário Concelhio de Palmela da Juventude Popular (2015-2016 e de 2016-2017); Vogal da Comissão Politica Concelhia de Palmela do CDS-PP (2013-2015); Vice-presidente da Comissão Politica Concelhia de Palmela do CDS-PP (2015-2017 e de 2017- 2019); Vogal do Conselho Distrital de Jurisdição de Setúbal do CDS-PP (2015-2017); Presidente do Conselho Distrital de Jurisdição de Setúbal do CDS-PP (2017- até ao momento);

Para além disso não me candidato sozinha, tenho uma equipa de 15 elementos e muitos deles são caras novas no partido, a nossa membro mais nova tem 20 anos e é engenheira informática e o nosso membro mais velho tem 72 anos e é empresário.

Tentei trazer a união da juventude com a sua iniciativa e energia e dos mais velhos com a sua experiência e maturidade.

O facto de ser jovem e nestas lides já contar com alguma experiência, só me acrescenta e em tudo o que precisar terei sempre vozes  mais maduras para me aconselhar.

 

– Considera que se for eleita poderá dar ao CDS-PP de Palmela uma outra visibilidade?

Acredito que sim, os nossos objetivos passam por comunicar melhor, de forma a que todos saibam o trabalho e propostas que desenvolvemos, preparar as Autárquicas de 2021 de forma séria e com muita antecedência, escolhendo e captando as melhores personalidades de forma a serem os melhores candidatos, com o objectivo último e máximo de aumentarmos a nossa equipa de autarcas eleitos, potenciar e apoiar primordialmente o trabalho dos autarcas eleitos, para que estejam focados só e apenas no seu trabalho de representatividade, na apresentação de propostas concretas para problemas concretos, abrir o partido aos militantes, chamando-os a participar nas atividades de forma a criar uma maior massa crítica e potenciar sinergias na produção de eventos, artigos para os média e desenvolver pensamento estratégico local e nacional, honrar a História do partido a nível local, incentivar a nossa juventude na acção política local, chamando-a para a partilha de responsabilidades e dando apoio nas ações de sua iniciativa, adoptar estratégias de marketing e de gestão de redes sociais, criar uma newsletter, um site e instagram e desenvolver a militância atraindo mais filiados.

“Estarei disponível para o que o meu partido precisar de mim e que possa ser benéfico para Palmela”

– Para além da sua lista existem outros candidatos?

Existe mais uma lista candidata a delegados da Assembleia Distrital, que será plurinominal segundo o sistema de representação proporcional e o método da média mais alta de Hondt.

– Caso vença as eleições ponderá assumir uma candidatura à Câmara Municipal de Palmela?

Ainda é muito cedo para avançar quem serão as pessoas do CDS-PP que encabeçarão a lista candidata à Câmara Municipal de Palmela, neste momento ainda está tudo em aberto e da minha parte apenas posso afirmar que estarei disponível para o que o meu partido precisar de mim e que possa ser benéfico para Palmela.

 

In this article