Adega de Palmela: Da história faz-se vinho

Fundada em 1955 com a designação de Adega Cooperativa da Região do Moscatel de Setúbal, a emblemática adega de início à sua  atividade em 1958, sendo  ainda hoje...

63
63

Fundada em 1955 com a designação de Adega Cooperativa da Região do Moscatel de Setúbal, a emblemática adega de início à sua  atividade em 1958, sendo  ainda hoje considerada um dos principais pólos de desenvolvimento do concelho – marcadamente agrícola e onde a vinha e o vinho têm por razões históricas um enorme peso.

Iniciando a sua atividade com 50 associados e com uma produção que não excedia os 1,5 milhões de litros, a Adega de Palmela conta hoje com uma produção que ultrapassa os 8 milhões de litros, sendo 70% vinhos tintos, 25% vinhos brancos e 5% Moscatel.

Hoje com 298 associados que possuem uma área combinada de 1000 hectares, com explica o presidente da Adega de Palmela, Ângelo Machado, “uma parte substancial da sua produção é engarrafada através de cinco linhas automáticas com capacidade para 10.000 garrafas/hora”.

Para Ângelo Machado, seria importante “termos mais área de vinha, e consequentemente mais sócios, para que não corrêssemos o risco de perder a área de vinha, mantendo a nossa filosofia onde pretendemos ter um vinho de excelência ”.

“Transformar a uva, proveniente das explorações agrícolas dos associados, em vinho e moscatel, assim como a sua comercialização, de forma a obter os melhores benefícios para os associados e a segurança alimentar para os consumidores” é um dos principais objetivos da Adega de Palmela, atulmente a exportar para países como Brasil, Rússia, Bielorrússia e China.

“Este ano temos sido bem sucedidos nos mercados internacionais e por isso pretendemos alargar a alguns países europeus, também para os Estados Unidos e posteriormente Canadá”, revelam os responsáveis pela Adega de Palmela.

De referir que 2021 foi para o presidente da Adega de Palmela “um excelente ano” no que respeita à qualidade da uva.

Com o objetivo de promover a Rota dos Vinhos da Península de Setúbal e dar a conhecer os seus vinhos, a Adega de Palmela dispõe de um serviço de Enoturismo apto a proporcionar aos clientes, visitas guiadas às instalações terminando a referida visita com prova de vinhos na cave.

Na visita é mostrado o processo de vinificação desde a recepção da uva até ao produto final, passando pela linha de enchimento, loja e cave onde estão armazenadas as barricas e é feita a degustação de vinhos.

In this article