“7 Maravilhas Doces de Portugal”: Votação é conhecida esta quarta-feira

Os resultados da votação a nível do distrito de Setúbal do concurso “7 Maravilhas Doces de Portugal” são conhecidos esta quarta-feira, durante o programa a transmitir pela...

136
136

Os resultados da votação a nível do distrito de Setúbal do concurso “7 Maravilhas Doces de Portugal” são conhecidos esta quarta-feira, durante o programa a transmitir pela RTP1 em directo de Setúbal, a partir das 10h00. Ao longo da emissão, vão ser apresentados os dois doces de Palmela a concurso: o Arroz Doce com Leite de Ovelha, que tem como padrinho Amílcar Malhó e como líder de claque Simone Fragoso, e o Bombom de Moscatel, apadrinhado por Toy e com Anabela Rito como líder de claque.

Nesta 2.ª fase do concurso, há sete candidatos por distrito, num total de 140 doces, e de cada programa transmitido pela RTP1 ao longo dos meses de Julho e agosto, sai um pré-finalista, que passa às semifinais. No distrito de Setúbal, os doces de Palmela disputam o lugar de pré-finalista com os Esses e as Tortas de Azeitão, o Pudim de Nozes do Convento de Jesus, em representação do Barreiro, e as Pinhoadas e as Queijadas do Torrão, doces típicos de Alcácer do Sal. A final do concurso está agendada para o dia 7 de Setembro. Dos 14 finalistas, serão escolhidas as “7 Maravilhas Doces de Portugal”, numa gala transmitida em directo pela RTP1.

Até ao programa de dia 17, ainda pode votar no Arroz Doce com Leite de Ovelha e no Bombom de Moscatel e ajudar a doçaria de Palmela a chegar às semifinais das “7 Maravilhas Doces de Portugal”! Assista também ao vídeo com as mensagens dos padrinhos e líderes de claque da doçaria de Palmela, em www.cm-palmela.pt.

Em declarações ao Jornal do Pinhal Novo, Nuno Gil, responsável pela confecção dos doces a concurso, começou por explicar a relevância histórica do Arroz Doce com Leite de Ovelha, um doce feito antigamente “pelas pessoas que tinham ovelhas e que aproveitavam o leite, sobretudo nas épocas festivas, para confeccionar o arroz doce”.

Também o Bombom de Moscatel, apresenta um peso significativo na doçaria local, uma vez que “dá a conhecer o casamento entre o chocolate e aquilo que de melhor produzimos na nossa região – o Moscatel”.

Para Nuno Gil, a identidade histórica dos doces que confecciona “é de extrema importância”, uma vez que “alia a história, devidamente documentada, aos saberes e sabores locais”, exemplo disso são os diversos pastéis que confecciona e que pretende homenagear as diversas localidades do concelho de Palmela, nomeadamente a Queijada do Anjo, o Pastel Caramelo, o Pastel de Moscatel, ou até mesmo os Santiagos, e mais recentemente o Pastel da Marateca.

Desafiando todos a votar nas iguarias locais, Nuno Gil, recorda que a gastronomia “é e deverá continuar a ser uma peça fundamental da nossa identidade local e por isso é extremamente importante que nos possamos unir em torno desta votação”.

 

Arroz Doce com Leite de Ovelha – 760 107 078

Bombom de Moscatel – 760 107 079

 

In this article