Dia 25 de Abril: “Cantemos – Grândola Vila Morena”

No sábado, pelas 15h00, “Cantemos – Grândola Vila Morena” desafia a população do concelho de Palmela a ir à janela ou varanda e cantar o emblemático tema...

171
171

No sábado, pelas 15h00, “Cantemos – Grândola Vila Morena” desafia a população do concelho de Palmela a ir à janela ou varanda e cantar o emblemático tema de José Afonso e o Hino Nacional, associando-se à iniciativa da Associação 25 de Abril.

Músicos do concelho de Palmela vão interpretar, a partir de suas casas, o tema “Grândola Vila Morena”, numa união ímpar, em nome da evocação à Liberdade. O resultado será a música tocada e cantada por diferentes instrumentos e vozes, do saxofone à harpa, da gaita-de-foles ao piano e à precursão, e cantada em diferentes formas, desde o lírico ao cante alentejano, passando pelo fado ou pop.

A participação dos artistas será variada, incluindo nomes como os de Ana Pereira, José Negreiros, João Lança, Conceição Silva, Cármen Matos, Diogo Viegas, Manuel Teles, Miguel Madaleno e Marisa Borralho, entre outros, sem esquecer a participação de associações musicais, da Orquestra Nova de Guitarras e das coletividades centenárias: Sociedade Filarmónica Humanitária/Conservatório Regional de Palmela, Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, Sociedade Filarmónica União Agrícola e Sociedade de Instrução Musical.

O resultado desta evocação à Liberdade vai também poder ser ouvido nas ruas do concelho, por onde, no dia 25, vão circular carros de som, convidando a população a ir à janela e cantar também a “Grândola Vila Morena” e o Hino Nacional. O município palmelense apela ainda a que enfeite a sua janela com cravos vermelhos, símbolo da Liberdade.

“Cantemos – Grândola Vila Morena” é um dos destaques do programa comemorativo do 25 de Abril em Palmela. Devido à atual situação de saúde pública, o 46.º aniversário da Revolução dos Cravos é celebrado de forma inédita, com um conjunto de propostas que vão chegar a sua casa através do site www.cm-palmela.pt, do canal Youtube da autarquia de Palmela e da página de Facebook Catavento.

In this article