Palmelense FC: Carlos Valente apresenta demissão

Depois dos confrontos físicos entre adeptos do Palmelense Futebol Clube, que ocorreram no passado domingo, minutos antes da partida entre o clube de Palmela e o FC Setúbal, o...

538
538

Depois dos confrontos físicos entre adeptos do Palmelense Futebol Clube, que ocorreram no passado domingo, minutos antes da partida entre o clube de Palmela e o FC Setúbal, o JPN sabe que Carlos Valente vai apresentar a sua demissão.

De acordo com fontes próximas do clube, o ainda presidente decidiu colocar o seu lugar à disposição por considerar que “os atos de violência verbal quer com sócios, quer com adeptos de equipas visitantes e árbitros têm vindo a agravar-se, o que tem prejudicado e muito o Palmelense e em nada tem dignificado o nome de Palmela e do clube”.

Segundo a mesma fonte “tais comportamentos vão contra os princípios de ética desportiva implementados por Carlos Valente”, razão pela qual levou o dirigente a demitir-se.

Ao que o JPN conseguiu apurar no passado domingo, alguns adeptos do clube envolveram-se em agressões físicas e verbais obrigando à atuação da GNR de Palmela e consequente expulsão dos envolvidos do campo.

Recorde-se que Carlos Valente assumiu a presidência do Palmelense em 2019, numa altura em que o clube enfrentava uma dívida de 75 mil euros. Atualmente o emblemático clube de Palmela apresenta uma situação financeira estável, contudo os desacatos provocados por sócios do Palmelense, têm originado situações que o presidente, na última Assembleia Geral, havia assegurado que não iria permitir, pois não se “revia nessa forma de estar no futebol”.

In this article