Jorge Coelho anuncia candidatura independente à Junta de Pinhal Novo

Jorge Coelho, vai candidatar-se à Junta de Freguesia de Pinhal Novo. Em declarações ao Jornal do Pinhal Novo, o empresário de 50 anos, garantiu tratar-se de “uma...

2031
2031

Jorge Coelho, vai candidatar-se à Junta de Freguesia de Pinhal Novo. Em declarações ao Jornal do Pinhal Novo, o empresário de 50 anos, garantiu tratar-se de “uma candidatura independente, sem qualquer tipo de ligações político partidárias”, embora afirme que “tenho pessoas ligadas a diversos quadrantes políticos que me apoiam neste novo desafio, porque acreditam em mim e naquilo que defendo para a freguesia que me viu nascer e crescer”.

Em declarações ao JPN, Jorge Coelho, começou por explicar que “esta foi uma decisão difícil, que só foi possível tomar, depois de ouvir familiares e amigos”, uma vez que “a vida autárquica implica um esforço conjunto e muito sacrifício familiar”.

O conhecido empresário pinhalnovense, embora tencione apresentar publicamente a sua candidatura nas próximas semanas, uma vez que ainda falta concluir o processo de candidatura, afirma que uma das principais medidas a tomar passa “por estudar a criação de um regulamento permita a aplicação de coimas aos donos dos canídeos que tanto sujam os espaços verdes e passeios da nossa vila”.

 

“Não estou nem sou contra os animais de companhia/ estimação, e por isso defendo que devem ser criados espaços condignos para que esses animais possam passear e, claro, deverão existir condições para que os donos possam ter condições de apanhar os seus dejectos”, explicou Jorge Coelho, lembrando que após a criação desse mesmo regulamento “as coimas deverão ser aplicadas pela autarquia – situação que pretende levar à Assembleia Municipal. O que não pode ocorrer é espaços verdes destinados à comunidade e para crianças poderes brincar estarem destinados aos dejetos dos animais.

Para Jorge Coelho a Junta, pode e deve, estar mais próxima da comunidade, atenta “aos espaços públicos, de modo a evitar actos de destruição do mobiliário urbano” –situação que tem vindo a ocorrer.

A circulação de peões em segurança é outra das preocupações lembrando que “há que ter um olhar mais atento na reparação dos passeios, que estão cada vez mais danificados”. O estacionamento indevido é outra das preocupações, identificando como uma das causas da destruição das calçadas. Também a manutenção de caminhos e aceiros é uma das preocupações do candidato independente.

Reconhecendo que a Herdade de Rio Frio e a sua população está cada vez mais distante do centro da vila, Jorge Coelho pretende “ouvir os anseios da população” e tenciona mesmo “criar um transporte rural que possa servir a população, sobretudo os idosos, que vivem mais isolados do centro do Pinhal Novo”.

 

 

Do ponto de vista de Jorge Coelho a melhoria do espaço do mercado mensal “é algo que merece a minha atenção”.

Quanto aos cemitérios, o candidato à Junta de Freguesia de Pinhal Novo defende que “deverá ser criado um talhão para os Bombeiros da nossa vila, como forma de reconhecimento e gratidão pelo trabalho que fazem em prol da população”.

A criação de um Museu do Ferroviário é para o candidato uma “das obras a concretizar o decorrer do mandato, e lamenta que “o edifício ideal para a criação desse museu, a antiga estação, esteja actualmente à venda”.

Jorge Coelho garante que a criação de WC´s públicos também são uma prioridade para o seu mandato.

O candidato refere que “nutre um profundo carinho pelo associativismo local. Entendendo que a formação de jovens ligados à música deverá ser mais valorizada tendo em conta a importância que representa no desenvolvimento pessoal e profissional daqueles”.

Jorge Coelho adiantou, ainda, que as suas ideias serão devidamente esclarecidas aquando da apresentação oficial da sua candidatura, bem como do seu compromisso eleitoral.

In this article