Emídio Silva faleceu esta segunda-feira

Depois de várias semanas em coma faleceu Emídio Silva, nesta segunda-feira ao final do dia. O antigo empresário do ramo vitivinícola e pai do ex-presidente da Festa das...

486
486

Depois de várias semanas em coma faleceu Emídio Silva, nesta segunda-feira ao final do dia.

O antigo empresário do ramo vitivinícola e pai do ex-presidente da Festa das Vindimas, Jorge Emídio, não resistiu aos ferimentos provocados por um atropelamento no passado dia 18 de Janeiro.  Recorde-se que Emídio Silva foi atropelado por um veículo ligeiro conduzido por um individuo de 67 anos, residente na vila de Palmela, junto ao antigo Grémio da Lavoura, na Rua João Parrantónio, em Palmela. Na altura em declarações  exclusivas ao Jornal do Pinhal Novo a esposa do condutor do carro que atropelou Emídio Silva, que também seguia na viatura acidentada, explicou que “o meu marido sofre de DPOC – Deficiência Pulmonar Obstrutiva Crónica e como estava a ter um grande ataque de tosse e estava realmente a passar mal, pedi-lhe para encostar o carro”, foi nesse momento que “ ele não conseguiu controlar o carro e foi ai que apanhou o senhor que estava junto do outro carro, provavelmente estava a sair da viatura”, explicou. Segundo a mesma testemunha a porta do Opel Corsa de Emídio Silva, de 70 anos, “foi arrancada com a força do embate”. Emídio Silva foi transportado pela ambulância do INEM para o Hospital Garcia de Orta, em Almada, onde permaneceu, inicialmente em coma induzido, e depois em coma, uns dias dava alguns sinais de melhoras noutros voltava ao mesmo. De referir que as lesões, graves, foram essencialmente na parte da cabeça. O corpo vai agora ter de ser autopsiado e só depois será marcada a hora do funeral.

À família enlutada as mais sinceras condolências da equipa do JPN.

In this article